Pesquisadores Lançam Documento

28 09 2011

Pesquisadores lançam documento por mudanças no Código Florestal

Em audiência pública nesta terça-feira (27) no Senado, o pesquisador Ricardo Ribeiro Rodrigues, da Esalq-USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz), afirmou que a SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) deve lançar na sexta-feira um documento defendendo mudança em 10 pontos da reforma do Código Florestal.

A proposta foi aprovada na semana passada pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) e ainda tem que passar por mais três comissões: Ciência e Tecnologia, Agricultura e Meio Ambiente.

Aos senadores, Rodrigues adiantou os pontos que os pesquisadores defendem alterações. Segundo ele, a proposta tem problemas graves como permitir a legalização de desmatamentos feitos até julho de 2008 nas chamadas áreas rurais consolidadas.

O texto do Senado aplica o conceito às APPs (áreas de preservação permanente), em topos de morro e várzeas de rios que precisam de proteção especial. Para ele, se esse ponto não for revisto, as APPs serão drasticamente reduzidas.

“A restauração dessas áreas é fundamental para que ela volte a cumprir seus mecanismos nos mecanismos do ecossistema.” O pesquisador defendeu que o governo coloque na lei uma previsão para que haja um pagamento de serviços ambientais para recuperar essas áreas.

Ele defendeu o tratamento especial para o pequeno agricultor, afirmando que o Senado precisa aprovar uma “política agrícola com sustentação ambiental”.

Rodrigues também criticou a liberação de pequenas propriedades da recuperação de áreas de reserva legal (composta pela área de vegetação que deve ser poupada do corte raso).

Representante da Academia Brasileira de Ciências, Elíbio Rech Filho também apontou problemas, como a questão das APPs, e disse que o Congresso precisa encontrar uma saída que modernize a agricultura sem prejudicar o meio ambiente. Uma das saídas seria ampliar o uso de inovações científicas e tecnológica pelos agricultores.

 

Fonte:  Folha Online

Anúncios




Fortalecendo as Ações

28 09 2011

Vamos encaminhar emails, ligar para nossos Senadores!! Pedir atitudes coerentes com suas campanhas eleitorais.

Votar contra as propostas de mudanças no Código Florestal .

Aloysio Nunes Ferreira  PSDB SP  (61) 3303-6063/6064 (61) 3303-6071 aloysionunes.ferreira@senador.gov.br

Eduardo Suplicy  PT SP  (61) 3303-3213/2817/2818 (61) 3303-2816 eduardo.suplicy@senador.gov.br

Marta Suplicy  PT SP  (61) 3303-6510 (61) 3303-6515 martasuplicy@senadora.gov.br

 





Fortalecendo as Ações

27 09 2011

Mobilização da campanha Contra as Mudanças do Código Florestal.
Ação realizada no dia da Árvore 21/9. A mobilização ocorreu na Avenida Paulista, na ocasião foi realizado esclarecimentos sobre: O que é o Código Florestal? Qual as propostas de Mudanças da Lei? O que essas mudanças afetará na nossa vida?

 





Fortalecendo as Ações

26 09 2011

 

Pouco foco na foto, mas muito foco na ação!!

Agradecemos ao cantor de rap Criolo Doido que apoia a campanha contras as alterações que estão sendo propostas no Código Florestal.

Durante o show de 25/9 no parque da Aclimação o cantor abriu o cartaz no palco e divulgou a campanha.





Fortalecendo as Ações

26 09 2011

 

 

 

Ação realizada 25/9 no Show do Criolo Doido que aconteceu no Parque da Aclimação.

Informação sobre o que é o Código Florestal, qual a proposta de mudança da Lei e coleta de assinaturas da campanha http://www.florestafazadiferenca.com.br/home/.

Agradecemos a equipe do Matilha Cultural http://matilhacultural.com.br/ e tod@s os presentes na ação.





Luz vermelha acesa: Texto do Código Florestal é aprovado pela CCJ no Senado.

25 09 2011

Luz vermelha acesa: Texto do Código Florestal é aprovado pela CCJ no Senado.

A aprovação do texto que propõe mudanças ao Código Florestal nesta quarta (21/09), pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado, foi classificada de preocupante por ambientalistas. Embora não tenha havido votação nominal, apenas cinco dos 23 senadores que compõem a CCJ se posicionaram de forma contrária à matéria: Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), Marcelo Crivella (PRB-RJ), Ana Rita (PT-ES), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) e Lindbergh Faria (PT-RJ).

Surpreendentemente, um acordo entre o relator do texto, senador Luiz Henrique (PMBD-SC), e o relator da Comissão de Meio Ambiente, senador Jorge Viana (PT-AC), definiu que as mais de 90 emendas que questionavam a constitucionalidade do texto seriam apreciadas apenas nas comissões de Ciência e Tecnologia, de Agricultura e de Meio Ambiente.

Para o superintendente de Conservação do WWF-Brasil, Carlos Alberto de Mattos Scaramuzza, neste momento crítico é necessário que o Governo Federal chame para si as responsabilidades e atue de forma mais consistente para impedir que o Código Florestal se transforme em uma peça que promova o desmatamento.

“A Casa Civil precisa mobilizar os senadores da base governista e o MMA deve liderar a busca de soluções para os riscos das mudanças na legislação, indicando claramente prejuízos e impactos para a conservação dos recursos naturais, da biodiversidade e para a agricultura”, afirma Scaramuzza. Ainda de acordo com ele, algumas das mudanças propostas afetariam o acesso a recursos hídricos e prejudicaria a qualidade do solo, além de dificultar acesso a mercados internacionais pautados por critérios de sustentabilidade. “No final das contas, o agricultor também sairia perdendo”, completa.

Caso aprovado nas próximas comissões, o texto será votado no plenário do Senado. “O tempo está acabando. As comissões têm a grande responsabilidade de fazer as alterações que a sociedade brasileira exige, para que o plenário possa votar uma peça que ajude o Brasil a caminhar rumo a um novo modelo de desenvolvimento, baseado em princípios de sustentabilidade.

Também nesta quarta-feira, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil promoveu ato em favor de um Código Florestal que defenda os interesses de pequenos agricultores e das próximas gerações, promovendo a conservação das florestas e o uso responsável dos recursos naturais.

 

Fonte: www.wwf.org.br/codigoflorestal





Fortalecendo as Ações

25 09 2011

 

 

 

Mobilização da campanha Contra as Mudanças do Código Florestal.